Caminho das Pedras

icone site

O que é Bitcoin?

“Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada, ou seja, uma forma de dinheiro digital que não é controlada por nenhum governo ou autoridade centralizada.” 

Essa simples definição por si só já atrai muita curiosidade no mundo dos investimentos.

Os investidores que sempre procuram uma nova maneira de enriquecer com algo que ainda está começando pequeno, como small caps (pequenas empresas que tem grande potencial de crescimento e valorização), também gostam de tomar um risco um pouco maior para seu retorno também ser.

Podem achar o Bitcoin ou BTC, um ativo que pode ser totalmente seu. Como não é controlado por nenhum governo e a custódia pode ser feita por você mesmo, essa criptomoeda cresce como opção de um ativo de valor que não pode ser submetido a nenhuma interferência governamental.

Então ai vai outra qualidade do BTC,

“Bitcoin é conhecido por sua oferta limitada, com um máximo de 21 milhões de moedas que podem ser mineradas. Isso cria um aspecto deflacionário, pois a demanda pode potencialmente superar a oferta, o que pode influenciar seu valor.”

O valor do Bitcoin vem crescendo ao longo do tempo mesmo com sua pouca idade.

Sendo assim, uma tecnologia relativamente nova, tendo menos de 16 anos de existência.

E um fator que corrobora para o crescente aumento de valor do BTC é sua programação de redução de mineração (produção de novos BTC) a cada 4 anos, o evento conhecido como “Halving”. 

Então, se a demanda de investidores aumenta com o tempo, sendo procurada pelos seus inovadores benefícios, e a produção de novos BTC diminui ao longo do tempo e sendo apenas 21 milhões existentes, isso torna a moeda deflacionária.

Artificio contrario das moedas fiduciárias como dólar que pode ser impresso pelo governo a qualquer instante.

Mas então, qual motivo do Bitcoin estar crescendo tanto nos últimos meses?

Três fatores são os responsáveis pela alta do Bitcoin:

  • Halvig:

Como já citado, é um evento que acontece de 4 em 4 anos é historicamente após esse acontecimento, o preço da criptomoeda aumenta bastante já que a oferta de produção reduz pela metade.

A imagem a seguir mostra que após o Halving existem quatro momentos durante o ciclo, acumulação (1 área verde), preparação (2 área azul), novo topo histórico (área vermelha) e bear market (4 área amarela) onde o preço volta a cair devido a realização de lucros, ciclo de juros, diminuição da euforia…

 

  • Novos ETF’s americanos:

A regulamentação e permissão para a criação de ETF’s americanos de BTC.

Que nada mais são que fundos de investimentos, foi substancial para o aumento do preço atual do Bitcoin.

Chegamos ao topo histórico apenas com a criação dos ETF’s, que serão uma alternativa de investimentos para aqueles que querem se expor a essa nova tecnologia.

Essas pessoas não entende muito bem sobre esse mundo de criptomoedas.

Então, será uma maneira de se expor sem precisar fazer a própria custodia da moeda, tirando assim a sua responsabilidade de acabar perdendo a senha da sua carteira digital e consequentemente perdendo o acesso ao seu dinheiro. 

 

  • Queda da taxa de juros americanas:

Por ultimo, mas não menos importante, é a queda da taxa de juros americana que precisa cair para que o dinheiro que está em renda fixa, nos títulos mais seguros do mundo, migrem para a renda variável.

Sendo assim, para os títulos de maior risco como o BTC, já que uma taxa de juros menor não proporcionará uma rentabilidade interessante na renda fixa.

Então, a redução dos juros americanos ajudará todos os ativos mais arriscados, não só as criptomoedas mas também ações e fundos imobiliários (FII’s).

Conclusão:

Se você ainda não entende essa tecnologia e seus benefícios, minha dica é que estude e se informe um pouco mais sobre o potencial das criptomoedas.

Para ter um bom retorno pode ser que precise um pouco mais de risco.

Sabendo disso, nunca coloque o dinheiro do leite e sim o da pinga.

Traduzindo, comece com pouco. Se ainda é muito novo sobre o assunto, comece se expondo com 1% ou 2% do seu patrimônio em BTC. 

Ainda há tempo de entrar e conseguir surfar essa nova era dessa classe de ativos.

O potencial de crescimento ainda é muito grande pois dos três fatores que apresentei nesse post, apenas um está acontecendo.

Apenas a compra dos ETF’s aconteceu.

Ainda faltam o Halving que será em abril e a queda da taxa de juros, que tudo indica que será em junho desse ano de 2024.

Então corre!!

Não é recomendação de compra e sim para estudar sobre.

Grande abraço.

Muita força e ótimos investimentos para todos.


Sigam as redes sociais para mais conteúdo:
INSTAGRAM:

YOUTUBE:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima