Caminho das Pedras

icone site

RUMO AOS 300K

 

Como era de se esperar, com o pump devido a rescisão de contrato, somados com o FGTS acumulados de 10 anos, a carteira agora tem um novo objetivo, 300k.

 

Acumulei 130k investidos, antes da demissão, que foram conquistados com aportes crescentes.

 

Foi de 100 reais nos primeiros meses, que passaram para 200 reais nos meses seguintes e ao final dos meus últimos meses trabalhando estava conseguindo investir algo em torno de 2k por mês.

 

Essa é a grande mágica do mundo dos investimentos e é sem dúvida o que mais motiva a seguir em frente na caminhada rumo a independência financeira.

 

Conseguir crescer mês a mês o seu patrimônio com seus aportes, somados os rendimentos do que já foi investido, é uma bola de neve que só cresce.

 

Logicamente, tive que fazer algumas escolhas que a maioria das pessoas questionam, como viver um degrau a baixo do padrão de vida que o seu salário permite ou deixar de comprar coisas que gostaria.

 

Então foi isso que me permitiu ter um bom capital para investir todos os meses. Sempre pensando no futuro. No objetivo final da independência financeira.

 

Primeiramente, se você ainda não leu os outros posts sobre minha carteira de investimentos, sugiro começar.

 

Vai levar 10 minutinhos lendo os posts do Rumo ao 100k #1.

 

A divisão da minha carteira hoje está bem agressiva, na verdade.

  • Renda variável: 90%

      • Ações: 32,86%

      • FII’s: 37,43%

      • Fundo: 7,33%

      • Cripto: 12,48%

  • Renda Fixa: 10%

 

 

 

Minha nossa, que absurdo essa divisão!

Parece um absurdo? Sim.

É arriscado? Também. kkkkkk

 

Mas o que me fez ter decidido seguir um caminho mais arrojado?

 

Pois bem, alguns fatores corroboram para seguir nessa estratégia:

 

  1. Idade:

    • Me considero ainda novo. Tenho meus trinta anos e ainda muito para trabalhar e ganhar dinheiro. Não pretendo parar até alcançar o objetivo.
    • Posso me expor ao risco e caso perca, tenho tempo para recuperar ainda.
    • Quanto mais novo mais pode arriscar.
  2. custo de vida:

    • Meu custo de vida é bem abaixo com relação ao patrimônio que tenho poderia me proporcionar.
    • Não tenho carro. Então, sem custo de IPVA, DPVAT, manutenções e gasolina.
    • Faço o máximo que dá para fazer de bicicleta ou a pé. Para mim não é um problema e sim prazeroso. Amo andar de bicicleta.
  3. Filhos:

    • Não tenho filhos, e na verdade é isso. Se eu fosse citar cada gasto que se tem com um bebe, criança e adolescente, não caberia em um post. hahaha

 

Lembrando sempre que ter mais risco tem uma premiação.

 

Se expor a maiores riscos, te trarão maiores retornos. Maior risco e consequentemente maior rentabilidade, se souber dosar, fará com que chegue mais rapidamente no seu objetivo.

 

Mas não pense que essa divisão da carteira permanecerá a mesma. A minha estratégia não é seguir até a aposentadoria com esse perfil.

 

Então, ao longo do tempo irei “relancear” a carteira, aportando mais em renda fixa e FII’s para segurança e para me gerar renda passiva sem muitas oscilações de mercado.

 

Mas como ainda tenho um patrimônio relativamente pequeno, preciso na fase de acumulação, tomar mais risco para aumentar meu patrimônio.

 

Então, quando tiver um grande patrimônio, deixo ele mais seguro e assim posso finalmente alcançar a independência financeira.

 

Enfim, por hoje é só pessoal, para não ficar um post gigantesco e chato, vou deixar para mostrar cada ativo da carteira em posts diferentes.

 

Assim fica mais organizado para explicar cada movimentação.

 

 

Grande abraço.

Muita força e ótimos investimentos para todos.


Sigam as redes sociais para mais conteúdo:
INSTAGRAM:

YOUTUBE:

10 comentários em “Rumo aos 300K | Novo objetivo!”

  1. Amigo, parabéns e muito sucesso na sua jornada.

    Mas isso não está certo. Se não, não seria arriscado.
    “Lembrando sempre que ter mais risco tem uma premiação.
    Se expor a maiores riscos, te trarão maiores retorno”.

    Como está o seu inglês? Procure Ben Felix no Youtube. Ele fala sobre risco X expectativa de retorno e prêmio de risco.

    1. Fala Alex,

      Seja muito bem vindo ao Blog.

      Obrigado pelas palavras.

      Irei procurar no YouTube sim! Estou me agarrando a isso, aumentar minha rentabilidade enquanto a vida está bem favorável. Vamos pra cima!

      Muito sucesso pra gente!

      Grande abraço.

  2. Muito bom. Bem agressivo por ser RV no Brasil. Na terra da renda fixa, pq fazer isso? Se tivesse 90% investido em bolsa americana, diria, parabéns! Mas agora só 10% em RF brasil é pouco.

    1. Fala Samuel,
      Pois é esta bem agressivo mesmo, mas acabou que as posições de renda variável, ações, FII’s e criptomoedas subiram muito nos últimos meses, naquele rally do final de novembro e dezembro.
      As criptomoedas então nem se fala, nas ultimas semanas por causa dos novos ETF’s de Bitcoin o valor que tinha na carteira aumentou muito.

      Mas tenho noção que esse perfil permanecerá por um período de tempo curto.

      Após o bull market das criptomordas devo realizar o lucro e rebalancear a carteira, amentando minha reserva de emergência.

      Vamos ver os próximos meses.

      Grande abraço!

  3. Olá amigo!!

    Parabéns pelo novo objetivo, também comecei com pequenos aportes e fui aumentando, agora pretendo dar uma estabilizada nisso.

    Em relação ao risco x retorno, no Brasil isso nem sempre dá certo, muita renda fixa ganhou de renda variável nos últimos anos, mas como a gente não sabe o futuro, o bom é diversificar, mas eu particularmente acredito que a renda fixa no Brasil é mais atrativa que a renda variável, só temos que ver o prazo, se tiver um prazo muito longo pra deixar a grana parada, acho que sim vale muito a pena comprar ações.

    Abraços

    1. Fala Bilionário, quanto tempo!
      Muito obrigado. Logo mais a independência financeira chega!

      Pois é, permanecer com a carteira com risco alta é muito perigoso, não dá pra saber do amanhã. Vai que surge uma pandemia nova ou estoura uma guerra mundial.
      A minha ideia é rebalancear a carteira aportando mais em renda fixa nos próximos meses. O “problema” é que as criptomoedas estão em tendência de alta forte e deve desorganizar ainda mais as porcentagens da minha carteira. kkkkk

      Grande abraço, meu amigo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima