Caminho das Pedras

icone site

Como todos sabem, todo trabalhador CLT tem direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Na verdade é um “Benefício” obrigatório que é descontado do seu salário antes de chegar no seu bolso. Mas como sacar o FGTS?

Benefício?

Não conheço tantas pessoas assim para saber se existe essa discussão se alguém defende esse desconto em folha, com unhas e dentes. Mas é fato que esse desconto impossibilita o trabalhador de usar esse dinheiro com o que bem entende.

O saldo do FGTS não é utilizado diretamente pelo governo para financiar suas atividades. Os recursos do FGTS são geridos pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, que é administrado pela Caixa Econômica Federal.

Então, a Caixa aplica esses recursos em investimentos, como financiamento habitacional, saneamento básico e infraestrutura urbana.

Atualmente, o FGTS possui uma correção de 3% ao ano mais a taxa referencial (TR), enquanto a poupança possui uma rentabilidade de 6,17% ao ano mais o pagamento do TR.

Ao meu ver existem dois tipos de perfis para se avaliar se é bom ou não.

 

Pessoas sem instrução

Para uma grande parcela da população brasileira o desconto em folha do FGTS tem como função de proteger uma porcentagem do seu dinheiro de você mesmo. Mas como assim?

Pois é, o governo que estipula como você deve gastar essa porcentagem de dinheiro.

Então, algumas condições são necessárias como demissão por justa causa para você conseguir se manter durante um tempo ou também se quiser usar seu dinheiro para comprar a casa própria, entre outras situações.

O mais peculiar é que uma porcentagem de mim acredita que para a grande maioria dos trabalhadores que não tem educação financeira, ou as vezes nem educação básica mesmo, faz sentindo essa “proteção” deles mesmos, ainda mais hoje em dia que temos muito mais facilidade de perder dinheiro como nos jogos do tigrinho ou foguetinho, sem falar em apostas esportivas.

Porém, por outro lado a maioria das pessoas ganham salários mínimos que quase não dá para sobreviver e que não dão para sustentar a casa.

Então, esse valor que você deixa de  receber também faz muita falta no final do mês para essas famílias.

 

Pessoas com educação financeira

Por outro lado, falo por experiência própria que esse FGTS faz muita falta no final do mês, não para sobreviver mas sim por ter conhecimento suficiente para investir essa alíquota do salário em produtos financeiros melhores tanto de renda fixa como de renda variável que me possibilitaria uma rentabilidade muito maior que + ou – 3% ao ano (a.a).

E ai sim me permitir depois de alguns bons anos de investimentos, gastar esse montante final com algo que realmente vá valer a pena como uma excelente casa ou até mesmo deixar investidos para viver de dividendos e rendimentos dos investimentos.

Tenho noção, olhando minha carteira de investimentos, que a rentabilidade hoje alcançada pela carteira me geraria muito mais dinheiro do que 3% ou 6% a.a, caso eu tivesse investido essa porcentagem do FGTS todos os meses.

 

Conclusão

Então no final das contas, quem está certo?

Na minha opinião, ninguém. Ou melhor dizendo, não tem um certo nem errado.

Sempre existirão pessoas diferentes com instruções e educações diferentes. E caso você tenha um pouco mais de acesso as informações, agradeça sempre por isso e saiba que o FGTS é uma alíquota de 8% do seu salário, os outros 92% do seu salário quem decide o que fazer é você.

Então não fique chorando ou resmungando sobre esse dinheiro retirado, economize e invista o que você recebe na sua conta bancária. E lembre-se que o dinheiro do FGTS mesmo rendendo pouco é seu e uma hora vai chegar no seu bolso, seja comprando uma casa ou sendo demitido.

Ah, lembrando que no caso de demissão sem justa causa, o empregador ainda tem que pagar a indenização de 40% do valor total do seu FGTS, que é proporcional ao seu tempo na empresa, então quanto maior for o tempo trabalhado na empresa, maior será o valor do seu FGTS e consequentemente da multa de 40%, quando for demitido, mais isso fica para o próximo post…

 

Seguimos juntos nessa caminhada até a independência financeira.

Mesmo passando por altos e baixos. A caminhada é longa!

Grande abraço pessoal!

Sigam as redes sociais para mais conteúdo:
INSTAGRAM:

YOUTUBE:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima